Terapia de casal: o que é e quando procurar

terapia de casal quando procurar

Brigas constantes, falta de entendimento, frieza na cama, falta de sexo. Esses são alguns sinais claros de que o relacionamento está indo muito mal. Uma conversa franca e sincera pode ajudar a resolver o problema, mas muitas vezes até mesmo o diálogo não anda muito bem entre o casal. Essa é a hora de admitir que é preciso da ajuda de uma terceira pessoa.

Calma, estamos falando de um terapeuta! Há um momento que é preciso um profissional para mediar a comunicação entre o casal, ajudar a resolver os problemas e trazer a paz de volta para a relação.

Quando é indicado começar uma terapia de casal?

  • Em qualquer estágio de relacionamento: ela é indicada para namorados, noivos e esposos, sem restrição;
  • Quando os problemas passam de pontuais para crônicos: há sempre um motivo para brigar, por mais fútil que seja.
  • E estes problemas recorrentes nunca são resolvidos com diálogos;
  • É indicada até mesmo para crises mais leves, como discussões constantes, chegando até mesmo a ameaças verbais ou xingamentos;
  • As conversas não são mais resolutivas; se tornam um momento de “jogar as coisas na cara um do outro”;
  • O casal não está mais interessado em realmente resolver o problema ou ficar bem;
  • Quando surge a falta de sexo, ou uma transa mais fria;
  • Os dois não se importam mais de dormirem brigados um com o outro;
  • Os passeios românticos e a diversão do casal não acontecem mais;
  • Não dividem mais suas rotinas para passarem um tempo juntos.
Veja também:  Quebrando as barreiras - câncer de mama e sexualidade

É importante lembrar que aterapia só funciona se ambos estiverem de acordo que o relacionamento não está dando certo e os dois quiserem resolver o problema para continuarem juntos.

Como funciona?

O terapeuta não está ali para dizer que há um lado certo ou errado. Se você está sugerindo isso ao seu parceiro para lhe dar razão, esqueça. A função do terapeuta de casais é intermediar a conversa entre o casal, mostrando o que não está funcionando e fazendo com que o diálogo seja funcional e positivo.

As sessões são sempre conjuntas, ou seja, não é possível conversar com o terapeuta sem a presença do(a) parceiro(a). Pode-se abrir alguma exceção, mas tudo que for conversado no atendimento individual também terá que ser dito no atendimento conjunto.

Veja também:  Sexo depois da maternidade: 45% das mulheres relatam mudança na vida sexual

O tempo de duração do tratamento é normalmente 3 meses, podendo variar tanto para menos quanto para mais.

Lembrando que nem sempre a terapia é para reconciliação. Muitas vezes ela serve para mostrar ao casal que não faz mais sentido estarem juntos e terem um término saudável, sem traumas para ambos os lados.

Como escolher o profissional?

  • Busque referências do seu profissional na Internet. Veja se ele é especializado em terapia de casal, se ele já deu alguma entrevista sobre o tema.
  • Pergunte para amigos que já fizeram terapia de casal para conseguir bons contatos.
  • Caso uma das partes se sinta incomodada com o terapeuta, é bom conversar sobre o motivo do incômodo. Caso seja algo incontornável, melhor procurar outro profissional que possa agradar a ambos.

Então, você acha que precisa de uma terapia de casal para solucionar os problemas do seu relacionamento? Se sim, converse com o seu parceiro e encontrem um bom terapeuta. Lembre-se que ambos têm que estar dispostos a fazerem o tratamento, ok?

3 Gosto!
0 Não gosto!

Um comentário

  1. Acho que estou ( estamos ) precisando disso...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *