Sem limites: entenda o que é o poliamor

o que é poliamor relacionamento aberto sexo a três menage relacionamento liberal

Ela entrou no banheiro e, em movimentos lentos, colocou a lingerie vermelha de renda. Tocou o seio e sentiu um arrepio que começou no quadril e chegou até a nuca, deixando os pelos do corpo arrepiados e exaltando o mamilo por entre o tecido no sutiã. Ao abrir a porta, olhou para os dois sentados na cama, nus e com os pênis quase sólidos de tão eretos.

Sorriu e sentiu a calcinha umedecer, deu um beijo demorado em um deles, enquanto o outro acariciava os seios. Continuavam excitados. Sentiu o órgão entrar fundo enquanto bebia o gosto da outra boca. Sorriu em contentamento e gozou por horas em mais uma noite de prazer absoluto e amor sem limites.

O poliamor é uma prática antiga e que tem ganhado cada vez mais força nos últimos tempos. Nesse estilo de relação, as pessoas não só pregam que ninguém é de ninguém e que são de todo mundo, como também acreditam que é possível amar muitos ao mesmo tempo. E mais: traçar planos com todos eles. O poliamor é, antes de tudo, um grito de liberdade contra as convenções sociais baseadas na repressão e no moralismo.

O que é exatamente esse tal de poliamor?

Oposição à monogamia, ou seja, quando uma pessoa tem apenas um cônjuge. Esse é o princípio básico do poliamor. Muitos defendem que a natureza é monogâmica, mas cada vez mais estudos mostram que os animais possuem diversos parceiros sexuais. Isso mesmo! Até as aves, que eram conhecidas por serem “fiéis”, praticam cruzamentos com outros que não são seus “parceiros fixos”. A alusão é inevitável, pois somos todos animais, não é?

Veja também:  Sexualidade e Experimentação Criativa

Como o nome mesmo diz, poliamor significa muitos amores, ter a possibilidade de amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo. E ao contrário do que muitos pensam, esse tipo de relacionamento não é necessariamente superficial e nem envolve apenas troca sexual. Há casos em que a parceria é estável, como mostrou o primeiro registro em cartório no Brasil: três pessoas selaram a união oficialmente, em 2012, na cidade de Tupã, no interior de São Paulo.

Sendo assim, o poliamor é basicamente um tipo de relação em que cada pessoa tem a liberdade de ter mais de um relacionamento ao mesmo tempo, e seus parceiros sabem disso, ou mesmo moram todos juntos. Isso porque a sinceridade é um ponto muito importante, para que os envolvidos estejam confortáveis (e amando muito!).

E poligamia, é a mesma coisa?

Não! O conceito de poligamia costuma ser associado ao casamento de um homem com várias mulheres (poliginia), em oposição à poliandria (uma mulher casada com vários homens). Por isso, a palavra poligamia está relacionada à subjugação de um sexo pelo outro, o que é bem diferente do poliamor, que pressupõe a igualdade de direitos. Um homem pode ter relações com várias mulheres, que por sua vez também podem fazer suas escolhas. Tudo sempre baseado na honestidade e na liberdade!

Veja também:  Indo com o vento

O que fazer com o meu ciúme?

Os ciúmes fazem parte da cultura monogâmica que foi imposta em nossa sociedade, por isso, é possível amar sem que esse sentimento influencie. Cada pessoa, no entanto, precisa descobrir qual é a causa de seu ciúme e aprender a controlá-lo, até que ele desapareça por inteiro. Afinal, esse é um sentimento tóxico que prejudica qualquer relação, seja ela monogâmica ou baseada no poliamor. Concorda?

Como começar uma relação poly?

Qualquer relacionamento pode se tornar poly! Mas, antes de tudo, é preciso fazer algo muito importante: trabalhar a ideia dentro de si. Você se sente minimamente confortável com a ideia de que seu amado ou amada ame outra pessoa além de você? Se a resposta for sim, converse com seu cônjuge e deixe cada passo adiante sempre esclarecido!

Como achar mais poliamorosos?

A tecnologia está ao lado de quem busca conhecer pessoas diferentes. Existem sites e aplicativos destinados a quem pratica o poliamor, além de grupos como o Rede de Relações Livres. Fundado em 2006, em Porto Alegre, eles possuem milhares de integrantes e esclarecem dúvidas com palestras e congressos sobre como ter um relacionamento livre. Esse modelo de relacionamento é bem mais comum do que você imagina. Que tal explorar sua liberdade e aumentar os limites do amor?

Um comentário

  1. Eu já tive relacionamento sexual com minha esposa e uma amiga tipo a terceira pessoa.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *