Fetiche Pet Play: conheça a história do homem que vive como um cachorro

Animais. Cachorros. Gatos. Coelhos. Cavalos. Todas essas palavras têm em comum um fetiche popular no mundo do BDSM: o Pet Play. Confira mais sobre!

Você já ouviu falar sobre o fetiche de pet play? Conheça a história do homem que vive como um cachorro

Animais. Cachorros. Gatos. Coelhos. Cavalos. Todas essas palavras têm em comum um fetiche popular no mundo do BDSM: o Pet Play. Antes de tudo, para quem ainda não é adepta a esse mundo, o BDSM é mais do que um fetiche, e sim um estilo de vida. A sigla é um acrônimo para bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo.

Quando falamos de BDSM, há diversas curiosidades sobre esse estilo de vida e os fetiches que o cercam, como o Pet Play e transespécie . Por isso, o Sexlog TV resolveu conversar com o Gama, um homem que gostou tanto do fetiche pet play que resolver viver, literalmente, como um cachorro e se tornou o único transespécie do Brasil.  Ficou curiosa? Continue lendo!

O que é o Pet Play?

O Pet Play é uma das vertentes do BDSM, que é o fetiche de dominação. Nele você se transforma em um animal e o incorpora, algumas pessoas incorporam para a vida e outras só em momentos reservados para o fetiche e em festas BDSM. Dentre os animais para incorporar estão o cachorro, o gato, o coelho, o cavalo e o que mais você imaginar e tiver vontade. A criatividade é sua!

Nesse fetiche, sempre vai existir um dominador e um submisso. O animal normalmente é o submisso e a pessoa sem fantasia é o dominador. É similar à práticas de médico e paciente, polícia e ladrão, entre outras. Sempre vai ter alguém que manda e alguém que obedece, e um deles estará caracterizado de animal para brincar (e muito mais).

Um pouco mais sobre e experiência de Dog Play

No vídeo do Sexlog TV, o entrevistado do dia foi o Gama, um transespécie que aderiu ao seu estilo de vida o Dog Play, que faz parte do Pet Play. “Eu conheci o BDSM e o Dog Play na Alemanha e isso virou um lifestyle meu, então eu sou cachorro praticamente 24 horas do dia. O Dog Play virou uma parte do meu sexo”, conta ele.

Gama não é um dog apenas quando pratica o fetiche de BDSM em festas e afins, ele é praticamente o dia todo e fica caracterizado assim. Ao ser questionado sobre a reação das pessoas na rua, contou que há diversos tipos de ações vindas dos outros, sendo um pouco invasivas e agressivas.

Na maioria das vezes,  as pessoas tentam tirar a máscara dele na rua para ver o rosto, ver quem está por trás, pois gera muita curiosidade. Mas né, a gente sempre tem que respeitar o outro e não invadir sua privacidade. Gama conta como que se sente com isso. É um estilo de vida no qual eu sou um corpo estranho na sociedade”, complementa.

Além disso, ele também fala um pouco mais sobre os acessórios, normalmente usados na prática durante as festas de BDSM. Tem diveeeeersos acessórios para praticar o Dog Play, como um que parece uma luva de boxe e simboliza a pata do cachorro que imobiliza o movimento das mãos. Tem também o plug anal de rabo de cachorro, que é enorme.e.

E como funciona o relacionamento com outras pessoas? Bom, pra saber mais assista ao vídeo completo do Sexlog TV aqui embaixo que o Gama contou tudo!

banner_728banner_728banner_728banner_728

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *