5 dicas infalíveis para uma boa masturbação feminina

Masturbação feminina já não é mais tabu para muita gente, porém ainda tem mulheres que sofrem com o isso e não sabem como fazer para conhecer melhor o seu corpo e ter orgasmos maravilhosos. Confira dicas!

5 dicas infalíveis para uma boa masturbação feminina

Masturbação feminina já não é mais tabu para muita gente, porém ainda tem mulheres que sofrem com o isso e não sabem como fazer para conhecer melhor o seu corpo e ter orgasmos maravilhosos.

Por isso, a Mayumi Sato levou uma especialista no assunto, a Rayssa Gimenes, do Blog Garota Molhada, para dar 5 dicas de masturbação feminina para aquela siririca sair do jeito que a gente merece. Olha só! Anote tudo com carinho e coloque já em ação, viu?

1) Cuidar do nosso cérebro é essencial

Antes de qualquer coisa, é importante estar com a mente em dia. Isso porque o nosso cérebro é o nosso principal órgão sexual, pois é dele que vem a nossa libido, ele é o responsável por mandar todos os comandos para o nosso corpo. Ou seja, é importante cuidar da nossa cabecinha, deixá-la relaxada, sem stress e neuras e estar bem consigo mesma, sem tabus sobre a masturbação. Se não, nada vai fluir e você não vai conseguir.

“Primeiro a gente precisa tirar esse tabu da masturbação feminina da mente, de fato, destravar a cabeça. Se você tem uma coisa muito forte ou contra a masturbação que você não consegue de jeito nenhum nem pensar no assunto, recomendo que você procure um especialista, um terapeuta sexual que pode te ajudar bastante nesse momento. É super importante”, explica Rayssa. Pode ter certeza que, a partir do momento em que o tabu estiver quebrado, você terá mais prazer na siririca!

2) Conhecer a sua vulva

Conhecer o nosso corpo é essencial antes de qualquer prazer! É mega importante conhecer, principalmente, a nossa vulva e saber como ela é, porque não existe um padrão. Cada uma tem o seu corpo e cada um funciona de um jeito diferente na hora da masturbação feminina. “Se você nunca viu a sua vulva, como você vai saber onde você vai tocar? Pega um espelhinho, põe na frente da sua vulva, olha e vai tocando”, comenta Rayssa. Mas é verdade, não? Se conhecendo melhor, a gente entende onde tem mais prazer e o que mais funciona para nós.

Tem lugar que só da gente encostar, a gente sente um super calafrio. E todo esse autoconhecimento do corpo fará toda a diferença na hora da transa, pois você saberá conduzir o seu parceiro (a) a fazer a coisas que você gosta, que te dão prazer e te levarão ao orgasmo.

3) Crie um clima com você

Não adianta falar só “ah hoje vai” e pronto, partir pra siririca. Não é bem assim que funciona. Pode até funcionar, mas não vai ser a melhor forma de ter prazer e chegar lá. A gente precisa criar um clima com a gente mesmo. Por exemplo, leia um conto erótico, tome um banho e passe um hidratante gostoso no corpo, coloque uma meia luz e aí você não vai direto ao ponto, vai devagar e explore tudo o que for possível. Comece a passar a mão no corpo, acariciar o clitóris e outras partes, sinta as sensações. E depois que a gente criar esse clima, a gente vai para a próxima dica de masturbação feminina, que você confere no vídeo do Sexlog TV aqui embaixo!

banner_728banner_728banner_728banner_728

comentários

  1. Boa tarde!
    Tenho 34 anos e tive a minha primeira ejaculação a 3 semanas, não sabia que era possível e nos filmes quando assistia achava mentira

  2. Olá! Sou nova nesse assunto de masturbação, nunca tive muita intimidade comigo mesma e nunca achei muita graça na masturbação, também nunca tive o ápice do prazer em uma transa. Já faz um tempinho que estou tentando me masturbar e hoje mesmo consegui. Soltei o tão sonhado squirt, achei que seria o maior prazer do mundo, porém não senti nada. Alguém pode me explicar o que aconteceu? pq não senti prazer soltando o squirt?

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *