Masturbação feminina é essencial

masturbação feminina é essencial importante

A masturbação feminina ainda é tabu para algumas pessoas, mas para a maioria é uma deliciosa prática que só aumenta o prazer sexual da mulher durante a transa. Quando você toca o próprio corpo e conhece as próprias zonas erógenas, ganha um precioso conhecimento que a ajuda a guiar melhor o parceiro e chegar a orgasmos mais intensos. Por isso, quem está em busca de uma vida sexual completa e ainda mais excitante, deve considerar investir mais tempo na busca pelo auto-prazer.

Descubra-se

O caminho para o orgasmo feminino tem alguns mistérios. Mas o segredo é simples: é preciso saber quais são as partes do corpo que lhe dão prazer. Algumas mulheres sentem arrepios com beijos na barriga, outras se excitam com lambidas na parte interna da coxa. Para saber quais são as áreas mais sensíveis do seu corpo, só existe uma maneira: experimentando. A masturbação é o momento certo para isso. Enquanto você se toca e explora cada área do corpo nu, vai descobrindo quais são as partes que proporcionam mais tesão. Depois, é só contar ao parceiro e chegar ao tão desejado clímax.

Veja também:  Colunistas do Cínicas falam sobre sexualidade no Festival Subtropikal

A vagina é uma área sensível para todas as mulheres, mas de maneiras diferentes. A masturbação também é uma forma divertida e gostosa de conhecer qual deve ser a intensidade do toque e a velocidade da penetração para que você alcance o orgasmo. Por que isso é importante? Uma pesquisa recente, realizada pela Durex Global Sex Survey, entrevistou 1004 brasileiros sobre sua vida sexual. Os resultados apontaram que apenas 22% das mulheres entrevistadas têm orgasmos durante a relação a dois. Este número aumentaria consideravelmente se as mulheres passassem mais tempo conhecendo o próprio corpo, ou seja, se masturbando.

Experimente

A dica é começar criando o clima ideal. Escolha um local confortável e reservado: como a cama, a banheira ou o chuveiro. Você pode colocar uma música, acender velas ou desligar as luzes. Assim como no sexo, vale tudo que ajudar a manter o clima estimulante. Sem roupas, comece a conhecer o próprio corpo, lentamente e sem pressa, toque seios, barriga, coxas e onde mais desejar. Para facilitar, escolha uma posição confortável e mantenha as pernas um pouco abertas.

Veja também:  Na grelha

Para algumas mulheres, o tesão aumenta ao imaginar cenas inusitadas e excitantes: transando com um desconhecido em um local movimentado ou sendo penetrada pelo vizinho no elevador do prédio, por exemplo. Também vale lembrar de momentos que ajudem a aumentar o desejo sexual, como aquela transa gostosa que você nunca esqueceu!

Usar lubrificantes e ter acessórios que imitem o pênis, como os vibradores, é uma ótima ideia para quem está em busca do auto-prazer. Use o lubrificante para massagear a vagina, toque nos grandes e pequenos lábios e dê atenção especial ao clitóris. Use os dedos e o vibrador para simular a penetração, enquanto mantém o clitóris estimulado.

Dica extra: a masturbação a dois também tem papel fundamental na relação sexual. Ele conhece melhor o seu corpo e vice-versa. Por isso as preliminares têm tanta importância e não podem ser deixadas de lado. Masturbe seu parceiro!

Um comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *