Celulite e estrias, de mi corazón!

Celulites e estrias

Versión en Español Aquí

Bunda de gaveta, perna de saracura, dumbo, sopa de osso, boca de caçar-sapo (seja lá o que isso signifique!!). Definições “gentilmente” oferecidas pelos meninos na escola até meus 15 anos.
Barriga com marcas de cesáreas, estrias, engorde de 20-30kg em cada uma das três gravidezes, baleia, derrubada, caída. Definições “gentilmente” oferecidas por mim mesma dos 20 aos 35 anos. Até que chegou um leve linfoma para dar um tapa na minha cara!

Bendito câncer e seus ensinamentos.

O que são estas celulites hoje? Furinhos fofos que não recebem um centavo de investimento do meu tempo, dinheiro e energia para deixar empresas de cosméticos cada vez mais milionárias com seus produtos testados em animais escravos e designers com “síndrome do impostor” por excesso de uso de Photoshop.

Veja também:  Violência contra a mulher: eu vou ligar no 180

O que são estrias hoje? São caminhos, são rios que percorrem minha pele que permitem que eu recorde as três vezes que estiquei por todos os lados para conceber seres humanos.
E cada pedacinho de um corpo vibrante, é importante. Capaz de fazer revirar os meus zoinhos, de moças e mocinhos.

celulite e estriasTaí uma foto que não me deixa mentir: no meio da festa mais amorosa e aberta em Barcelona (madbunny.es), estávamos celebrando a vida e nossos corpos, sem pudores.

Todas as pessoas presentes, com seus corpos deliciosamente imperfeitos, humanos, beijando, transando, abraçando, comendo, fazendo arte! Gente sendo gente. Mulheres amando seus corpos, desenhando umas nas outras. Reconhecendo toda sua beleza…

Veja também:  Minha vagina não é cupcake!

Ao estilista da loja que me alugou o corset decretando que eu precisaria “emagrecer ao menos uns 10kg” para entrar na bendita estrutura de chapinhas e penas sintéticas, simplesmente respirei fundo, emanei muita purpurina violeta-brilhante em sua existência e soltei um “para cada mulher preocupada em torrar seu dinheiro com cosméticos pseudo-milagrosos, outras 10 mulheres com 10kg a mais estão socializando e trepando sem medo de ser feliz e poderiam ser suas clientes! Fica a dica para ampliar a numeração das suas peças…”

Bendita cura e novos inícios…
Desde então, não critico mais meu corpo. Agradeço. Celebro. Transo. Vivo! Porque a vida é um sopro… e nossos corpos são veículos para esta grande aventura.

comentários

  1. Simplesmente SEN-SA-CI-O-NAL.

    • Grata Simone! Confere os textos das outras colunistas também e compartilhe ;) Todos sao incríveis ;)
      Um abraço grande,
      Sabrina

  2. Amei! E super fiquei com vontade de or ess festa tb! :)

    • Olá Jo, me alegro! teremos uma próxima em Barcelona dia 02.09 ;) Logo menos a levaremos para o Brasil
      Um abraço,
      Sabrina

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *