Artista brasileira lança exposição na Europa sobre mulheres refugiadas

Artista brasileira lança exposição sobre mulheres refugiadas

Margot Jabbour apresenta obras com olhar sensível e colorido sobre a dureza do dia a dia dessas fortes mulheres

A artista plástica brasileira Margot Jabbour mostra à Europa sua primeira exposição Los Colores del Refugio. As obras, com estilo de trabalho singular, trazem um olhar sensível sobre as mulheres refugiadas.

O objetivo da exposição é representar o universo de fugas da guerra, pobreza, fome e repressão política e religiosa sob com um olhar diferenciado, ressaltando não somente as dores, mas expressando por meio das cores, a personalidade resiliente dessas mulheres que resistem e seguem em frente para reconstruir suas vidas.

Jabbour traz à luz a força feminina em meio ao caos. Retrata mulheres que enfrentam as adversidades impostas pela vida, seguem em frente apesar das circunstâncias enfrentadas e, ainda assim, transmitem alegria e esperança.

O trabalho

Veja também:  Sobre Galeano, você e masturbação: with a little help from my hands

A ideia da exposição surgiu a partir do projeto brasileiro Conexus, um coletivo nômade de arte contemporânea que percorre o mundo promovendo artistas e desenvolvendo programas educacionais com parceiros locais por onde passam. A artista brasileira foi convidada pelo grupo para ir ao Líbano promover programas culturais educacionais para refugiados sírios. “Estamos passando por um momento muito delicado no mundo e a crise de refugiados é preocupante. Usar a arte para amenizar o sofrimento e levar alegria às pessoas é algo que me comove”, conta Margot Jabbour.

 

Arte e liberdade

Nascida na cidade de São Paulo e filha de libaneses, hoje moradora de Ibiza na Espanha, Jabbour deixou a profissão de economista para mergulhar na sua paixão pela arte. “Foi a única maneira que encontrei para ser totalmente livre”, diz a artista que se prepara para abrir a sua própria art gallery na ilha.

A mostra Los Colores del Refugio ficará em cartaz entre os dias 7 e 24 de novembro no espaço cultural do jornal Diario de Ibiza e reunirá 20 obras.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *